Paulo Laureano é um dos mais conceituados enólogos portugueses e uma referência dos vinhos no Alentejo, em Portugal, onde comanda a Paulo Laureano Vinus, criada em 1999. Ele estará em Salvador, a convite de Edinho Engel, chef do Restaurante Amado, que irá realizar um Jantar Magno em sua homenagem, no dia 13 de julho (quinta-feira), às 20h, e que vai contar com a harmonização dos vinhos produzidos por sua vinícola.

O menu da noite contará com os seguintes pratos: Salada de Pêra e Nozes com Queijo de Cabra, Terrine de Polvo com Coulis de Pimentões Vermelhos e Azeite de Agrião, Raviole de Porco com Cogumelos em Brodo, Rabada Desfiada com Polenta Rústica e Pimenta Doce, Stinco de Cordeiro com Risoto de Açafrão da Terra e Queijo Canastra e Trilogia de Chocolates Baianos.

O jantar será harmonizado, respectivamente, com os rótulos Paulo Laureano Premium Vinhas Velhas Branco 2015, Paulo Laureano Reserve Branco 2014, Paulo Laureano Premium Vinhas Velhas Tinto 2015, Paulo Laureano Reserve Tinto 2014 e Paulo Laureano/Laura Regueiro Velho Mundo VIlI 2008.

Restaurante Amado

Desde que foi inaugurado, em 2006, o Restaurante Amado seguiu o rumo que o consagrou no cenário nacional da gastronomia contemporânea. Sob o comando do chef Edinho Engel, o espaço é conhecido por seu serviço impecável e localização privilegiada – em um antigo trapiche, na Avenida Contorno, com vista privilegiada para a Baía de Todos os Santos.

Em todos esses anos, o Amado foi premiado inúmeras vezes por grandes chancelas e publicações como Gula Diners, Prêmio Brasil Gastronomia, Guia 4 Rodas, Veja Salvador, Prêmio Gula, dentre outros. Com olhos no futuro e cozinha reinventada e aprimorada a cada estação, o restaurante sempre conta com novidades em seu cardápio.

Sobre Paulo Laureano

A Paulo Laureano Vinus é um projeto familiar que teve início em 1999, com uma pequena vinha junto a Évora e que assume um maior impacto a partir de 2006 com a aquisição de 75 hectares de vinhedos na emblemática região alentejana da Vidigueira, num “terroir” muito especial, capaz de dar uma maior identidade e personalidade aos vinhos.

A vinícola passou a ter sede na Vidigueira, onde são produzidos todos os vinhos alentejanos da Paulo Laureano Vinus. O sucesso da marca Paulo Laureano, estruturada nos vinhos Paulo Laureano Clássico, Paulo Laureano Premium e Paulo Laureano Reserve, levou a esta ampliação da área dos vinhedos, onde as castas portuguesas são uma marca de diferenciação.

O encepamento privilegia exclusivamente as castas portuguesas, com destaque para as uvas brancas Arinto, Roupeiro e Antão Vaz, esta última um verdadeiro “ex-libris” desta região e para as tintas Aragonez, Trincadeira, Alicante Bouschet e Tinta Grossa, uma verdadeira raridade do patrimônio vitícola alentejano.

Os vinhos são desenhados, com base na utilização de uvas de elevada qualidade, procurando que cada um seja uma expressão dos fatores que rodeiam a sua produção: o clima cálido do Alentejo, os solos de xisto (ardósia) dos vinhedos e as uvas autóctones. Sempre na procura dos prazeres que cada um transporta.

A construção dos vinhos é feita predominantemente nas vinhas, começando logo na seleção do melhor sistema de poda de cada uma das castas, passando depois por uma seleção muito criteriosa das uvas e por um controle de produção muito rigoroso seguido de uma maturação otimizada casta a casta.

Os vinhos mais jovens e irreverentes, de prazeiroso e fácil consumo, desenham a linha Paulo Laureano Clássico. Uma maior complexidade e profundidade associada a fermentação ou estágio dos vinhos em barricas de carvalho francês, surge na linha Paulo Laureano Premium. Vinhos mais desafiantes, para momentos mais especiais e gastronomia mais requintada.

Aos vinhos Paulo Laureano Reserve está associada uma procura e seleção de uvas mais concentradas, em vinhas velhas e com pequenas produções, capazes de desenharem vinhos únicos para os mais exigentes consumidores. Longos estágios em barricas de carvalho francês de algumas das melhores tanoarias mundiais, realçam a riqueza e elegância destes vinhos.

Além das linhas Paulo Laureano Clássico, Premiume Reserve, a Paulo Laureano Vinus produz sempre que possível alguns vinhos com edições muito limitadas, na maioria das vezes com menos de 3.000 garrafas. Como exemplo desta categoria de vinhos ultra premium podemos citar o Paulo Laureano Alicante Bouschet, Paulo Laureano/Laura Regueiro, Paulo Laureano Alicante Bouschet, Paulo Laureano Selectio Tinta Grossa, Dolium Reserva Tinto By Paulo Laureano e Paulo Laureano Reserve Vinea Julieta Talhão 24.

A Paulo Laureano Vinus se preocupa que em cada garrafa e em cada copo de vinho de sua autoria, exista uma história consistente e aliciante, que conta de forma clara o percurso do vinho, desde a escolha das uvas, passando pela influência do “terroir” e pela paixão que é colocada no seu desenho. Como reconhecimento à sua brilhante carreira como enólogo, o Eng. Paulo Laureano ganhou o prêmio “Enólogo do Ano”, em 2004, da Revista de Vinhos, ao qual tem adicionado sucessivas distinções ao longo dos últimos anos.